Iniciação Científica (IC) e Monitoria Acadêmica 

O Programa de Iniciação Científica (IC) é tido com um dos mais importantes mecanismos para a formação do professor-pesquisador, visa o fortalecimento e difusão das pesquisas dos docentes do curso por meio da integração com os acadêmicos. É ofertado em duas modalidades; com bolsa e voluntário e tem se mostrado um relevante instrumento de aprendizado na carreira acadêmica, sobretudo, rumo às especializações, mestrado e doutorado.

O projeto de Monitoria Acadêmica oportuniza aos discentes um contato direto com o processo de formação profissional didático-pedagógica. Objetiva ressignificar e ampliar a operacionalização da docência em formação saberes entre Escola e Universidade para graduandos nos cursos de licenciatura do Centro de Áreas das Ciências Humanas e da Educação (CCHE) do Campus de União da Vitória, da Unespar.


Projetos de Iniciação Científica (IC)

1) Título: PATRIMÔNIO CULTURAL IMATERIAL: O ESPAÇO DE REPRESENTAÇÃO DOS CEMITÉRIOS ENQUANTO LUGARES SAGRADOS NA REGIÃO DO CONTESTADO

Acadêmico: Jônatas Sgarzi Coimbra Silva (Geografia, UNESPAR - União da Vitória/PR)

Orientadora: Profª. Drª. Alcimara Aparecida Föetsch (Geografia, UNESPAR - União da Vitória/PR)

Resumo: O presente projeto de Iniciação Científica parte das proposições teórico-metodológicas da Geografia Cultural e propõe uma análise do patrimônio cultural imaterial associado ao Monge João Maria tendo como objeto de estudo os espaços simbólicos dos cemitérios na região do Contestado. Nestes, é possível identificar, perceber e compreender momentos históricos, questões sociais, econômicas e culturais por meio da análise da paisagem (material/tangível) e da memória religiosa individual e coletiva (imaterial/intangível). Para tanto, propõe-se uma construção teórica interdisciplinar entre Geografia, Psicologia e Sociologia com vistas a buscar compreender a forma com que estes espaços simbólicos são apreendidos e formam uma identidade cultural na região. O intuito é perceber e discutir os vínculos emocionalmente fortes que fazem destes espaços sagrados locais de peregrinação, tradição e identidade.

Palavras-chave: Patrimônio cultural imaterial; lugares sagrados; cemitérios.


2) Título: PESQUISA QUALITATIVA NA INVESTIGAÇÃO GEOGRÁFICA DO CONTESTADO: SELECIONANDO MÉTODOS, FERRAMENTAS E PRÁTICAS DE CAMPO.

Acadêmica: Kathleen Elfrida Lehun (Geografia, UNESPAR - União da Vitória/PR)

Orientadora: Profª. Drª. Alcimara Aparecida Föetsch (Geografia, UNESPAR - União da Vitória/PR)

Resumo: As questões de ordem metodológica, bases essenciais da pesquisa científica, constituem um desafio à parte na elaboração e no desenvolvimento das investigações, sobretudo nas Ciências Humanas. Neste sentido, a presente proposta de Iniciação Científica parte das proposições teórico-metodológicas da Pesquisa Social e propõe a construção de um roteiro de metodologias, ferramentas e práticas de campo que podem ser empregadas na investigação geográfica, em especial, nas Pesquisas Qualitativas. O intuito é atualizar as abordagens empíricas, apontar técnicas diversificadas e sugerir procedimentos específicos que possibilitarão resultados mais efetivos e adequados metodologicamente. Dessa forma, busca-se suprir a lacuna existente na seleção dos métodos e meios de abordagem através sistematização de procedimentos e parâmetros próprios e pertinentes à Geografia Cultural.

Palavras-chave: Geografia Cultural, Metodologia, Pesquisa qualitativa.


3) Título: INVESTIGANDO PROPOSTAS METOLOGICAS DE ENSINO EM GEOGRAFIA

Acadêmico Joilson Stawas Zvares (Geografia, UNESPAR - União da Vitória/PR)

Orientadora: Profª. Drª. Helena Edilamar Ribeiro Buch (Geografia, UNESPAR - União da Vitória/PR)

Resumo: A investigação desta pesquisa interroga quais são às metodologias utilizadas nas aulas de geografia na atualidade, objetivando conhecer quais as estratégias de ensino da Geografia contribuem para apreensão do conhecimento geográfico como elemento componente do processo pedagógico. A proposta metodológica para desvendar esta investigação segue três eixos: primeiro construir uma base teórica acerca dos conceitos -chave ligados a metodologia de ensino; segundo buscar-se-á vincular informações junto aos professores em exercício experientes no ensino médio e fundamental; terceiro momento pretende-se publicar experiências positivas, no ensino da geografia. No momento entendemos que as estratégias de ensino estão conectadas à práxis educativa, entendida na perspectiva intencional, motivadora, criativa e transformadora.

Palavras-chave: ensino, geografia, metodologias.


PROJETO DE MONITORIA/2017 

1) TÍTULO: DOCÊNCIA EM FORMAÇÃO; SABERES PEDAGÓGICOS DA RELAÇÃO ESCOLA E UNIVERSIDADE

Bolsista: Michele Roiek (Geografia, UNESPAR - União da Vitória/PR)

Voluntária: Fernanda Silva (Geografia, UNESPAR - União da Vitória/PR)

Orientadora: Profª. Drª. Helena Edilamar Ribeiro Buch (Geografia, UNESPAR - União da Vitória/PR) 

Resumo: Este projeto de monitoria objetiva ressignificar e ampliar a operacionalização da docência em formação saberes entre Escola e Universidade para graduandos nos cursos de licenciatura do Centro de Áreas das Ciências Humanas e da Educação do campus de União da Vitória da Unespar: Geografia, Letras-Português e Espanhol, no componente curricular Metodologia de Ensino nas licenciaturas. Nossa proposta pretende discutir e apontar caminhos para as questões de ensino, marcadas pela problemática da relação dicotômica entre teoria e prática, na busca de minimizar, com a proposta de monitoria a pesquisa no ensino, e com a pesquisa contribuir para a formação dos futuros professores. Neste sentido, com vistas à transformação do quadro desanimador que se exibe atualmente e das fragilidades nesta questão, ressignificar função do ensino e da prática pedagógica, que vêm sendo realizado, muitas vezes, distante da realidade do chão da escola, com base nos aportes teóricos de Pimenta (1994, 2002, 2011); Cavalcanti (1998,2002); Nóvoa (1992). Acreditamos que a monitoria poderá contribuir com a formação profissional de futuros docentes por meio da pesquisa no ensino inserindo acadêmicos iniciantes na licenciatura do 1º e 2º ano nos problemas cotidianos e reais das disciplinas, possibilitando oportunidades na formação docente e de pesquisa nas escolas conveniadas para estágio, conforme solicita as práticas de ensino na atual legislação;Resoluções n. 1/2/2002 e 2/2002 do Conselho Nacional de Educação, assim como, os PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais) e as DCE (Diretrizes Curriculares Estaduais).Os monitores serão instrumentalizados para que possam compreender melhor esse processo de formação profissional didático-pedagógica, que fortaleça constantemente a pesquisa para a melhoria da formação inicial do docente e o compromisso com uma educação de qualidade, estreitando a relação Universidade X Escola. O acadêmico monitor terá sua carga horária de 12 horas semanais, sendo 6 horas dedicadas para auxilio aos acadêmicos na universidade e nas escolas e 6 horas para estudos, leituras e relatórios e acompanhamento das atividades, projetos e relatórios, pesquisas sobre as atividades inerentes à prática docente como; o planejamento de aulas, levantamento de referências, amostra de materiais didáticos, visita as escolas conjuntamente ao orientador, desenvolvimento de análises reflexivas acerca do exercício da prática docente com base teórica indicada pelo professor orientador. Finalmente, pretende-se publicizar os resultados.

PALAVRAS-CHAVE: Saberes Pedagógicos, docência.



PROJETOS DE IC FINALIZADOS

FINALIZADO - Título: RELIGIOSIDADE, TRADIÇÃO E IDENTIDADE: UMA ABORDAGEM GEOGRÁFICA A PARTIR DOS ESPAÇOS SAGRADOS DOS CEMITÉRIOS NO MUNICÍPIO PARANAENSE DE SÃO MATEUS DO SUL.

Acadêmica: Arleriane Garstka Ferreira Portugal (Geografia, UNESPAR - União da Vitória/PR)

Orientadora: Profª. Drª. Alcimara Aparecida Föetsch (Geografia, UNESPAR - União da Vitória/PR)

Resumo: A presente proposta de Iniciação Científica parte das proposições teórico-metodológicas da Geografia Cultural e das Representações e propõe discutir a relação entre religião, tradição e identidade tendo como espaços simbólicos os cemitérios. Nestes espaços é possível identificar, perceber e compreender momentos históricos, questões sociais, econômicas e culturais das sociedades através do sagrado existente na paisagem (material) e na memória religiosa coletiva (imaterial), formadora da identidade cultural e territorial dos lugares. Para tanto, parte-se do município paranaense de São Mateus do Sul buscando compreender, através da História Oral, os vínculos emocionalmente fortes que fazem destes espaços sagrados locais de peregrinação, tradição, religiosidade e identidade.

Palavras-chave: Cultura; religiosidade; cemitérios.



FINALIZADO - Título: AGRICULTURA FAMILIAR E O SUJEITO DO CAMPO: UMA ANÁLISE ECONÔMICA DA PARTICIPAÇÃO DOS AGRICULTORES NO ABASTECIMENTO DA MERENDA ESCOLAR NO PLANALTO NORTE-CATARINENSE.

Acadêmica: Angela Granza (Geografia, UNESPAR - União da Vitória/PR)

Orientadora: Profª. Drª. Alcimara Aparecida Föetsch (Geografia, UNESPAR - União da Vitória/PR)

Resumo: A presente proposta de Iniciação Científica parte da relação entre Geografia e Agricultura e pretende analisar a participação econômica dos sujeitos do campo (agricultores) no abastecimento da merenda escolar no recorte geográfico do Planalto Norte-Catarinense. Para tanto, parte-se inicialmente de uma construção teórica baseada em como Diniz (1986), Fabrini e Roos (2014), Oliveira (1947), Petersen (2009) a ser aperfeiçoada por outros autores da área e da temática para, em seguida, partir para os trabalhos de campo que visam discutir a importância do trabalho regional do agricultor familiar e a relação com sua propriedade. Sendo assim, pretende-se a partir de estudos de caso específicos da região compreender e discutir políticas públicas, ações governamentais e não governamentais e analisar a importância econômica da merenda escolar no rendimento financeiro das famílias e da região.

Palavras-chave: Agricultura familiar; merenda escolar; sujeito do campo.